sábado, 2 de maio de 2009

IELTS: Dicas para um exame com o Murphy

Vou contar a minha estória de luta contra o Murphy (o da lei de Murphy) para fazer o exame do IELTS e aproveitar as lições para dar dicas, as quais pintarei de azul para diferenciar da estória.
Ocorre que no dia 30 de Abril do ano da graça de 2009, fui fazer o exame do IELTS no British Council de Recife porque Fortaleza não tem >:(. Viajei no dia do exame porque o voo (agora sem circunflexo) chegava às 08:00h e a minha entrevista (speaking) estava marcada para as 11:00h. Começa o Murphy a me atazanar com o Davi chorando de uma em uma hora de madrugada, tossindo e dando a entender que a garganta estava inflamada. Que nada ! Passou o dia ótimo ! O voo chega as 08:00h, logo sai as 07:00h, logo tenho que estar no aeroporto as 06:00h, logo tenho que acordar as 05:00h. Daí, meu sogro que é taxista me acorda as 04:30h dizendo que não ia poder me levar ao aeroporto porque choveu a noite toda, o condomínio dele está alagado e o carro não passa na lagoa. Neste caso o Murphy sacaneou mas tente dormir uma boa noite de sono na véspera.
Como sou precavido/medroso, deixei folga em todos os horários. Se não fosse isso poderia perder o voo porque o taxista teve que encontrar um caminho para chegar no aeroporto no meio da cidade alagada. Também graças ao nosso amiguíssimo Murphy, a porta do avião não passava para o automático. Daí, o mecânico teve que dar manutenção com todo mundo já dentro do avião. Nuca vi isso ! Atrasou um tanto para decolarmos.
Ao chegar em uma cidade desconhecida, um Google Maps no celular, mesmo sem GPS, ou impresso ajuda a evitar os taxistas que não sabem exatamente onde fica o lugar ou que dão uma de malandro. Iamos ficar passeando a toa na avenida do hotel porque a numeração era maluca. O Google Maps do celular me economizou essa grana.
O prédio onde fica o British Council em Recife é muito chique. Ao entrarmos do British Council, que toma todo o 8º andar, passamos por dentro de um detetor de metais com um "man in black" do lado. Não serve para nada ! Apita para todo mundo e o cara não está nem ai, mas impressiona !
Lá tem mais computador do que gente para acessar a Internet, televisão LCD grandona passando a BBC (por que, hein ?) sofazão, etc.. Instalações muito boas.
E o Murphy, sumiu ? Claro que não ! acordei cedo e tomei o café da manhã no avião. Pensei ser o melhor porque é a minha hora habitual. Mas, passei tempo demais com o estômago vazio e o café da manhã que serviram não caiu bem. Logo que bebi suco de laranja ácido e, juntando com a ansiedade, me deu uma baita náusea. Como estava frio na sala de espera e não tenho nada de tecido adiposo (o que é que eu quero indo para o Canadá então ?), me deram a dica de tomar um cafezinho para esquentar. O tapado aqui nem percebeu a besteira. Quando o café caiu no estômago, corri para o banheiro e quase coloco tudo para fora ! Quando olho no relógio, estava na minha hora ! Lição: Procure estar confortável no dia do exame. Evite comidas que possam te fazer mal, futebol para deixar o tornozelo inchado, etc... Não tem nada pior que passar a maratona com algo mais incomodando.
Recomendo fazer um almoço leve. Algumas pessoas comem só um sanduíche. As três outras provas começam 13:00h. Uma digestão pesada vai te deixar no mínimo com sono.
Outra coisa. Ao menos em Salvador eles dão pausas de 5 minutos entre as provas. As de Recife não ! São 3 horas de pancada direto ! Se quiser ir ao banheiro ou beber água, pode em alguns momentos, mas vai subtrair do seu tempo de prova que já é curtíssimo. É torturante !
. Pobre coitado de mim que bebo ao menos 5 litros de água por dia e não passo mais de uma hora sem ir ao banheiro !Sugestão: Faça xixi antes de começar e beba só uns dois golinhos de água. Comigo funcionou, apensar de ficar morrendo de sede.
As instruções são todas em inglês, mas muito bem explicado e devagar. Preste bem atenção ! Se abrir algum caderno de teste antes da autorização ou escrever após ela mandar parar, será desclassificado por fraude (cheating) !

4 comentários:

  1. Encontrei vcs agora, atraves do blog da Pétula. Gente estou adorando, fantásticas as dicas. Parabens e muito sucesso. Abç Vera

    ResponderExcluir
  2. Alexei,

    Nos conte, vc sempre estudou inglês britânico?

    quero a SUA opinião: vc acha que quem estudou SEMPRE o inglês americano, tem chances de passar por um IELTS?


    abçs


    Viviane

    ResponderExcluir
  3. Pelo contrário. Sempre tive mais contato com o inglês norte-americano. Por sorte, no British Conceil e nas provas do IELTS, eles dão uma amenizada no sotaque como a BBC. Uma espécie de inglês standard, porém, sempre com alguma diferença. Recomendo sintonizar o ouvido com a BBC e outras fontes de inglês britânico para amenizar a redução da compreensão por causa do sotaque, mas não é nada tão sério assim.

    ResponderExcluir