domingo, 3 de maio de 2009

IELTS - Dicas parte 4: Reading

A partir daqui, o tempo tem que ser controlado e é pouco. Haviam dois textos de uma página e um texto de duas páginas. Dividi o tempo proporcionalmente: 1/4, 1/4 e 2/4. Leve um relógio cronômetro digital. Não podemos entrar com celulares. O relógio da sala é de ponteiros e é chato ter que ficar lembrando que hora e minuto que começou. Não tem tempo para passar as respostas para o caderno de respostas. Temos que responder já nele.
Teve uma pergunta bem chatinha: Qual é o título mais apropriado para o texto ? As quatro opções eram pertinentes. Tinha que escolher aquela que melhor representasse o texto, o que deixa uma certa margem de subjetividade na questão. Novamente, se fosse em português, seria safada do mesmo jeito.
Os textos são monótonos propositadamente. Vale uma leitura prévia, mas bem rápida. Só para ambientar. A cada questão, teremos de voltar ao texto várias vezes para pegar os detalhes. Nessa hora as técnicas de leitura dinâmica como a de scanning (varredura) e a própria leitura rápida me ajudaram muito. Novamente: Treine pelos simulados.
Já tinham esquecido do Murphy ? Pois é. Nessa hora ele já estava pisando no meu pescoço ! Eu sabia que meus óculos de meio grau já não eram apropriados. O mestrado e o trabalho me fazem passar de 10 a 12 horas no computador por dia. Só que não sabia que estava tão ruim porque não leio muito texto em papel, onde a letra é menor e a distância também. No reading, eu já estava vendo tudo borrado, lacrimejando e com os olhos ardendo ! Que vacilo ! Mas gostei da prova ! :)

Um comentário: