sábado, 4 de dezembro de 2010

Voilà, c'est l'hiver!


Eu achei interessante esse texto da tarefa de escola da Lara. Ele mostra um ponto de vista sobretudo mas não exclusivamente de uma criança em relação ao inverno daqui. Não só o inverno em si, mas também o espírito do natal, do ano novo e tudo que gira em torno dessa temporada. É curioso a forma com a qual ele ressalta  as contradições do nosso inverno, seu lado ruim e seu lado bom.
Uma delas, que é a sua base, é a antagonia entre o frio extremo do lado de fora e o calor aconchegante do lar. Isso pode ser percebido na palavra foyer que em francês quer dizer ao mesmo tempo lareira e lar.

Aí está o inverno chegando,
Aí está o inverno que se desencadeia.
Aí está o vento que atormenta,
Aí está a neve que se impacienta!
Em todo canto a ventania sopra,
A neve invade tudo.
O vento e o frio fazem o nariz formigar,
Os nossos pés ficam gelados!

Procuramos nossos gorros e cachecóis,
Nossos macacões, rapidamente nos preparamos.
Queremos afiar nossos patins,
Tirar nossos esquis, finalmente escorregar!
Fazer grandes bolas,
com a neve que rolamos,
Construir um forte com coragem,
Essas brincadeiras são da nossa idade!

Em breve será período de festas,
Não é isso que nos incomoda.
Nós gostamos de rir, cantar, dançar,
nos divertir, também compartilhar!
No alvorecer deste novo ano,
É bem deslumbrante.
Todos começam na primeira hora,
Com o nosso bom humor!

Esperamos esta estação fria,
Repleta de grandes expedições.
Nós apreciamos esta temporada branca,
Pontilhada de grandes emoções,
De flocos, faíscas
que brilham nas nossas pupilas!
Aí está o inverno que se instala,
De um ar bem triunfante!


Voilà, c'est l'hiver qui s'amène,
Voilà, c'est l'hiver qui se déchaîne.
Voilà le vent qui se tourment,
Voilà la neige qui s'impatiente!
Partout le blizzard souffle,
Partout la neige s'engouffre.
Le vent et le froid picotent le nez,
On a les pieds gelés!

On cherche nos tuques et nos foulards,
Nos salopettes, vite on se prépare.
On veut aiguiser nos patins,
Sortir nos skis, glisser enfin!
Former de grosses boules,
Avec la neige qu'on roule,
Bâtir un fort avec courage,
Ces jeux sont de notre âge!

Bientôt ce sera le temps des fêtes,
Ce n'est pas ça qui nous embête.
On aime rire, chanter, danser,
S'amuser, aussi partager!
À l'aube de ce Nouvel An,
C'est bien éblouissant.
Tous debout à la première heure,
Avec notre bonne humeur!

On espére cette froide saison,
Remplie de grandes expéditions.
On chérit cette blanche saison,
Parsemée de grandes émotions,
De flocons, d'étincelles
Qui brillent dans nos prunelles!
Voilà, c'est l'hiver qui s'installe,
D'un air très triomphal!

Suzanne Blain

Um comentário:

  1. Adorei o texto. Realmente retrata bem os diversos sentimentos.

    E a vida segue...

    ResponderExcluir